cia rústica em circuito

circuito

 

Prêmio Funarte Myriam Muniz 2013

O projeto propõe a circulação de dois espetáculos, uma oficina e uma intervenção urbana da Cia Rústica, um dos núcleos teatrais mais significativos e atuantes de Porto Alegre – RS, desenvolvendo uma trajetória de investigação consistente, com vários projetos premiados e reconhecidos por crítica e público. Em 2014, a companhia comemora dez anos de sua fundação. Integrando a programação comemorativa, a circulação busca fortalecer a comunicação e o intercâmbio entre polos de produção cênica da região sul, acreditando na importância da descentralização cultural de um país plural com uma criação artística diversificada e potente.

 

SOBRE O PROJETO

Em nosso tempo se evidencia a necessidade de relações e conexões entre as pessoas, o mundo, diferentes realidades, culturas, múltiplas possibilidades de ser e estar. Esse projeto se insere nesse esforço relacional e de defesa da diversidade que marca o panorama contemporâneo, propondo trocas e fluxos de comunicação entre cidades da região sul que configuram-se como importantes polos regionais de criação artística, mas estão fora do eixo centralizado da produção cultural do país.

CIA RÚSTICA EM CIRCUITO propõe a circulação de parte do repertorio da Cia Rústica de Teatro (Porto Alegre- RS) por cinco cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina: Florianópolis, Blumenau, Itajaí, Santa Maria e Caxias do Sul. A intenção é fomentar necessárias redes de comunicação entre cidades que abrigam movimentos teatrais significativos, que demandam a ampliação de seus canais de relação e intercâmbio cultural. Além de duas montagens teatrais, Natalicio Cavalo e Clube do Fracasso, com bate-papo após cada apresentação, a proposta inclui a realização da intervenção urbana Desvios em Trânsito e da oficina Poéticas Festivas. Ou seja, experiências que transcendem a apresentação pontual de um espetáculo, buscando um diálogo mais rico com o público, contexto e artistas de cada cidade.

Natalicio Cavalo e Clube do Fracasso são espetáculos que integram a Trilogia Festiva, iniciada em 2010 a partir do conceito de uma ética da festividade na criação cênica: uma ética do encontro e da diversidade, que celebra o corpóreo, o prazer e o próximo, aceitando a diferença como parte de uma existência plural. Nessa perspectiva, compreendemos a festa como uma forma de negociar com a morte e reinventar o mundo, e o teatro como um mecanismo de relações que pode articular estratégias de resistência frente à banalização promovida pela indústria cultural.A partir desse território de investigação, a Trilogia se aventura em zonas sombrias da experiência humana – o fracasso, a morte e o caos.  Natalicio Cavalo lança um olhar festivo à experiência da mortalidade, entendendo que vida e morte são parte de um só movimento. Natalicio vive suas vidas e várias mortes em aventuras poéticas pelos caminhos do sul, um anti-herói que transita entre a cidade e o pampa durante o século XX.  Clube do Fracasso enfoca o universo do erro e da fragilidade, questionando discursos de sucesso e superioridade. O espetáculo é divido em vários jogos que se desdobram sobre áreas diversas da experiência humana, a partir de memórias e histórias da própria equipe criativa.

Desvios em Trânsito é uma intervenção urbana que  desenha “infiltrações poéticas” pela cidade, através de ações performativas que se integram na pulsação do movimento urbano, desvios que podem gerar transformações de percepção, traçando linhas de conexão entre o ordinário e o extraordinário. Os atores se deslocam em um território determinado desenvolvendo ações simultâneas, sem fixar uma relação permanente ator-espectador.

Contando ainda com debates após cada apresentação, com a presença de convidados locais, e a oficina Poéticas Festivas, o projeto coloca em circulação uma significativa mostra do trabalho da Cia Rústica, oferecendo uma seleção diversificada que vai além de um espetáculo pontual.  Por um lado, as atividades contemplam aspectos que atravessam toda pesquisa e prática da companhia: trânsito entre diferentes linguagens (vídeo, música, dança, intervenção, performance, palavra), a memória como matéria e o corpo como princípio de criação, desenvolvimento de dramaturgia durante o processo de ensaios, celebração da teatralidade enquanto jogo no aqui-agora e do teatro como estado de encontro. Por outro lado, as atividades revelam a diversidade dessas mesmas práticas e investigações, que incluem programa pedagógico, linguagem cênica autobiográfica em Clube do Fracasso, visita ao universo do pampa em Natalicio Cavalo, formato de intervenção urbana em Desvios em Trânsito, entre outros aspectos do polifônico panorama que a cena contemporânea nos oferece.

Assim, além de 10 apresentações para público em geral, o projeto prevê a realização de oficinas, 05 intervenções urbanas, debates e intercâmbios com outros artistas, em uma proposta que busca estimular o intercâmbio e a diversidade artística da cena brasileira, compreendendo a experiência teatral como um espaço de diálogo que indica trajetórias possíveis no necessário movimento de contato com o outro.

Rústica em Circuito no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1463771143855375/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s