Cidade Proibida em Campinas – SP

O projeto Cidade Proibida da Cia Rústica estará em Campinas no dia 11 de novembro de 2014. Cidade Proibida está na programação do projeto Cidade Ocupada do Sesc Campinas e será apresentado ás 20h na praça Ruy Barbosa.

Saiba mais clicando aqui!

Cidade Proibida

Anúncios
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Natalício Cavalo em Passo Fundo – RS

A Cia Rústica está na programação da IV Mostra SESC de Teatro de Passo Fundo com o espetáculo Natalício Cavalo, dia 28/09 ás 20h no Teatro do SESC

Link da mostra: IV Mostra Sesc de Teatro

Natalício Cavalo - 2013

Natalício Cavalo – 2013

Publicado em Sem categoria | Marcado com | Deixe um comentário

Marina Mendo recebe Prêmio Destaque Braskem em Cena por Miragem

mirage_canon_087

Imagem | Publicado em por | Marcado com | Deixe um comentário

Cidade Proibida no Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas de Santos

Confira algumas fotos do making off do Cidade Proibida no Mirada – SP

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Miragem no 21 Porto Alegre em Cena

Renato Mendonça sobre Miragem, que se apresentou dias 09 e 10 de setembro no 21 Festival Internacional Porto Alegre em Cena.

Renato Mendonça – A Vida é um jogo de espelhos

 foto: André Feltes, Miragem

foto: André Feltes, Miragem

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

CIDADE PROIBIDA NO FESTIVAL MIRADA

A Cia Rústica participará do Mirada – Festival Ibero-Americanos de Artes Cênias de Santos – SP

Mais informações sobre o Cidade Proibida no site do festival:

http://mirada.sescsp.org.br/pt/event/cidade-proibida/

 Cidade Proibida - foto Adriana Marchiori

Cidade Proibida – foto Adriana Marchiori

 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

NATALICIO CAVALO NO PROJETO JOGO DE CENA – THEATRO SÃO PEDRO

Em junho o Theatro São Pedro completa 30 anos de reabertura. A casa ficou fechada entre 1972 e 1984 e, sob o comando de Eva Sopher, levou nove anos para ser reconstruída. Neste mesmo mês, a instituição também celebra seu 156º aniversário.

Celebrando essas datas especiais, o projeto “Jogo de Cena” oferta ao público um mosaico de espetáculos locais de teatro, música e dança à preços populares. Natalicio Cavalo foi um dos espetáculos convidados pelo projeto, coordenado pela Direção do Theatro São Pedro!

O espetáculo terá ÚNICA apresentação no dia 20 de junho, as 21h. Ingressos já a venda ( Entre 30 e 15 reais)
Imagem
Natalício é um anti-herói que vaga entre a cidade e o pampa durante o século XX, celebrando a vida e encontrando a morte em mais de uma esquina. Situado entre os anos 1940 e o presente, a montagem percorre o universo do pampa gaúcho e…

Ver o post original 44 mais palavras

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

NATALICIO CAVALO NO PROJETO JOGO DE CENA – THEATRO SÃO PEDRO

Em junho o Theatro São Pedro completa 30 anos de reabertura. A casa ficou fechada entre 1972 e 1984 e, sob o comando de Eva Sopher, levou nove anos para ser reconstruída. Neste mesmo mês, a instituição também celebra seu 156º aniversário.

Celebrando essas datas especiais, o projeto “Jogo de Cena” oferta ao público um mosaico de espetáculos locais de teatro, música e dança à preços populares. Natalicio Cavalo foi um dos espetáculos convidados pelo projeto, coordenado pela Direção do Theatro São Pedro!

O espetáculo terá ÚNICA apresentação no dia 20 de junho, as 21h. Ingressos já a venda ( Entre 30 e 15 reais)
Imagem
Natalício é um anti-herói que vaga entre a cidade e o pampa durante o século XX, celebrando a vida e encontrando a morte em mais de uma esquina. Situado entre os anos 1940 e o presente, a montagem percorre o universo do pampa gaúcho e também da paisagem urbana e boêmia de Porto Alegre. Prêmio Funarte Myriam Muniz Circulação 2013. Prêmio Braskem em Cena de Melhor Espetáculo 2013. Indicado a 9 categorias do Prêmio Açorianos 2013, sendo contemplado na categoria Melhor Ator (Rossendo Rodrigues). Prêmio Funarte Myriam Muniz 2013.

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

CIA RÚSTICA EM CIRCUITO – ETAPA SANTA CATARINA

Imagem

De 17 a 24 de maio, a Cia Rústica estará em Florianópolis, Blumenau e Itajaí com os espetáculos Natalício Cavalo e Clube do Fracasso, a intervenção Desvios em Trânsito e a oficina Poéticas Festivas. Uma semana na estrada compartilhando o trabalho com outros espectadores e artistas, que seja fértil! Buscando trocas fora do eixo. Financiamento Prêmio Funarte Myriam Muniz 2013 e parcerias com a UFSC, Sesc, Festival de Itajaí. Lá vamos nós!

Florianópolis – Teatro da UFSC às 20h

Clube do Fracasso no 17  e Natalício Cavalo no 18 de maio

Desvios em Trânsito no 19 de maio no calçadão Felipe Schimidt às 11h

Oficina Poéticas Festivas  14h-17h

 Em Blumenau, no Auditório Willy Sievert do Teatro Carlos Gomes às 20h30

Natalicio Cavalo dia 20  e Clube do Fracasso no dia 21 de maio

Na Praça do Teatro Carlos Gomes às 12h,  Desvios em Trânsito no dia 20 de maio

Oficina Poéticas Festivas – 10h- 13h

Em Itajaí, noTeatro Municipal às 20:30:

Natalício Cavalo no dia 22  e Clube do Fracasso no dia 23 de maio

Calçadão Hercílio Luz às 11hmm, Desvios em Trânsito: 24 de maio

Oficina Dramaturgias Festivas – 10h- 13h

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

CIA RÚSTICA DEZ ANOS – RESIDÊNCIA NO FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO SESC 2014

Imagem

A Cia Rústica tem o prazer de apresentar todo o seu repertório no Festival Palco Giratório Sesc RS 2014. Entre 2 e 10 de maio, estarão em cartaz em Porto Alegre quatro espetáculos de sala, uma oficina e duas intervenções urbanas, que abarcam a criação da companhia desde 2010. Participe! Venha ver pela primeira vez ou ver de novo.

Agenda:
Dia 02/05 – Cidade Proibida, as 20h, na Praça do Aeromóvel (perto do Gasômetro)
Dias 04, 05 e 06- Oficina Desvios Urbanos
Dia06 –Desvios em Trânsito as 17h na Praça da Alfândega
Dia 06 – Clube do Fracasso, as 20h no Museu do Trabalho
Dia 07 – Miragem, as 20h na Sala Álvaro Moreyra
Dia 09 – O Fantástico Circo Teatro de um Homem Só, as 20h na Sala Álvaro Moreyra
Dia 10 – Natalício Cavalo, as 19h na Sala Álvaro Moreyra

Mais informações sobre os espetáculos/intervenções:

  NatalícioCavalo (Trilogia Festiva II)
O espetáculo lança um olhar festivo à experiência da mortalidade, através das vidas e mortes de Natalicio Cavalo, um anti-herói que vaga entre a cidade e o pampa durante o século XX. Em uma linguagem polifônica que celebra o teatro como estado de encontro, a montagem percorre diversos universos e possibilidades cênicas. Vida, morte e memória se encontram na teia de trajetórias que atravessa a composição dramatúrgica: a do próprio Natalício, que já está morto, e a dos atores e personagens que buscam reconstituí-la, tecendo fragmentos e imaginando o que não sabem. A trama foi inspirada em pessoas e histórias reais. Uma celebração do tempo e dos espaços que habitamos, e que outros habitaram antes de nós. Prêmio Braskem Porto Alegre Em Cena 2013 de Melhor Espetáculo; indicado em 9 categorias do Prêmio Açorianos 2013 (Prêmio de Melhor Ator para Rossendo Rodrigues).

Clube do Fracasso (Trilogia Festiva I)
Um olhar sobre o erro e a fragilidade humana, questionando discursos de sucesso e superioridade. Somos bastante imperfeitos, mas talvez na imperfeição resida nossa salvação. O espetáculo se estrutura em jogos que se desdobram sobre áreas diversas da experiência humana: histórias de pequenos e grandes fracassos, de amor e desastres, de sede de sucesso e vexames, histórias fraturadas como a vida mesma. Qualquer semelhança com fatos reais não é mera coincidência. Misturamos verdades com mentiras, real com ficção, memória com agora. Prêmio Açorianos 2010 Melhor Dramaturgia e Prêmio RBS Cultura Melhor Espetáculo Júri Popular.

Miragem

Miragem efeito físico de refração da luz, quando se pensa ver aquilo que não existe. O fenômeno óptico é usado como metáfora na exploração de alguns episódios da vida de uma mulher do interior do RS, rainha de um Clube de Futebol em 1952: o açougueiro escondido na lateral de uma casa, vestindo seu avental branco sujo de sangue. Um vestido azul usado na noite do baile em 1952. O dia do casamento. Sentada na beira da praia, as ondas entrando no meio das pernas cavando um buraco com a bunda, as tatuíras correndo embaixo dos dedos. A barriga cortada de um lado até outro pelo rasgo de uma pedra. O Globo da Morte do Circo. O que uma coisa tem a ver com a outra? Nada. Ou tudo, se os acontecimentos difusos na memória surgirem como uma Miragem. Prêmio Especial do Júri Açorianos 2013.

O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só:

No palco-picadeiro, Heinz Limaverde transita por vários tipos do imaginário do circo, como a mulher-barbada, o mágico, a vedete, o cantor, o palhaço; além de expor sua própria persona. Escrito em parceria entre o ator e a diretora Patrícia Fagundes, a dramaturgia serve-se da estrutura polifônica do espetáculo circense , combinando o universal com o pessoal a partir de referências do circo e memórias e experiências do ator. O espetáculo foi indicado em todas as categorias possíveis no Prêmio Açorianos 2011, sendo contemplado nas categorias de Melhor Direção e Melhor Figurino. Bem vindos ao circo-teatro sem lona da Cia Rústica.

PROJETO TRÂNSITOS: A cidade não se faz só de ruas, anúncios, sinais, esquinas e muros, é também um espaço de memória, relação e convívio. Existe uma arquitetura sentimental, uma cartografia urbana subjetiva marcada no concreto e oculta na velocidade. Essa arquitetura invisível é feita de redes de relações; a cidade é um espaço compartilhado com o outro. O projeto Trânsitos busca novas experiências de intercâmbio e relação com o espaço urbano, através de ações artísticas diversas.

Desvios em Trânsito é uma intervenção urbana que desenha “infiltrações poéticas” pela cidade, através de ações performativas que se integram na pulsação do movimento urbano, desvios que podem gerar transformações de percepção, traçando linhas de conexão entre o ordinário e o extraordinário. Os atores se deslocam em um território determinado desenvolvendo ações simultâneas, sem fixar uma relação permanente ator-espectador.


Cidade Proibida propõe a invenção de microterritórios de convívio em lugares que à noite passam a ser de ninguém, subvertendo a lógica do medo e do isolamento que atravessa a paisagem urbana. Em uma composição afetiva com a cidade, propomos o resgate poético-social desses espaços através de ações artísticas. Inspirado em formas de convívio como saraus, serenatas, cabarés, piqueniques e ceias noturnas, o evento compõe um encontro cênico ao redor de uma longa plataforma, incluindo música, circo, dança, teatro, comida; a partir da temática da cidade como lugar de experiência sensível, memória e rede de relações. Mais que um espetáculo, um encontro lúdico com o público e o espaço urbano.

https://www.facebook.com/events/737552452942243/

 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário